(eter)

07 setembro 2006

coisas do arco da velha



A Banda do Casaco foi um dos projectos mais interessantes que nasceram em Portugal e se tivesse mantido o caminho deste segundo registo, "Coisas do Arco da Velha", de 1976, teria certamente outra história.
À recolha etnográfica juntou-se o talento de músicos de grande qualidade com arranjos muito bons.
Deste disco, vamos ouvir uma música tradicional da Beira Baixa e outra do Algarve.
A segunda deu o nome artístico a Cândida Soares: Cândida Branca-Flor.

banda do casaco - morgadinha dos canibais

banda do casaco - romance de branca flor

3 comentários:

maumau disse...

bom! daquelas coisas q melhoram com o passar do tempo.

se não estou enganado, além do "jardim da celeste", creio q gravaram um outro disco q se chamava "hoje há ameijoas, amanhã não sabemos". escolha fabulosa para intitular um disco!

cj disse...

gravaram vários:
Dos benefícios dum vendido no reino dos bonifácios (1975)
Coisas do arco da velha (1976)
Hoje há conquilhas, amanhã não sabemos (1977)
Contos da barbearia (1978)
No Jardim da Celeste (1980)
Também eu (1982)
Com Ti Chitas (1984)
eu tenho os "dos benefícios...", as "coisas...", e o "jardim da celeste", que tem as músicas mais conhecidas e que chegaram a ter um airplay razoável na altura.

cj disse...

"Dos benefícios dum vendido no reino dos bonifácios" também é um bom título, ou não?