(eter)

14 setembro 2006

discos da minha vida


Se tentar recordar quais os 10 discos que mais ouvi na vida, este certamente entraria nesse lote.
Foi um caso de paixão que ainda hoje dura, com audições mais esporádicas, mas nunca me canso de ouvir a voz de David Surkamp, o grande mentor dos Pavlov's Dog, assim como as orquestrações das belas composições de "Pampered Menial".
A época que recordo com nostalgia, as amizades e as loucuras cometidas nos excessos de juventude surgem com uma nitidez arrepiante sempre que uma destas músicas paira no éter.
No posto de escuta ficam algumas, aqui ficam outras, já que não consigo escolher as que mais gosto.

pavlov's dog - julia

pavlov's dog - late november

pavlov's dog - fast gun

10 comentários:

LF disse...

Fantástico disco.
Lembro-me perfeitamente de o ouvir em tua casa, e anos mais tarde um outro amigo emprestar-mo.
Tenho pena de não poder ouvir a partir do blog.

Era uma banda sonora perfeita para aqueles tempos. Sem dúvida !

cabaret disse...

oi cj gosto desta ideia de blog e ainda mais porque partilho em muito do teu gosto musical, no entanto, sinto saudades do anestesista pois ia despertando outros fervores que por vezes são mais estimulantes na procura das soluções e das crises também, eh,eh. Acho que devias realmente ponderar uma aventura ao nível da rádio pois era dois em um, tu gostas de divulgar e "passar" música e a rádio bem precisa de pessoas de bom gosto.

cj disse...

no caso do anestesista, já não tenho possibilidade de o reatar, pois a minha conta deixou de existir.
mas de vez em quando vai-se lançando também aqui umas opiniões, se bem que este seja mais virado, sobretudo, para a literatura e para a música.

cj disse...

lf:
grava, depois ouves em cd ou quando tiveres o pc bom.

FILIPE BOAVIDA disse...

Também um dos meus discos de cabeceira. E aqui há alguns meses atrás também objecto de post reverente no PET SONGS.

cj disse...

também vi esse post.
o segundo disco, quanto a mim, não atingiu o nível de excelência deste.

maumau disse...

tb me lembro de ouvir isso na tua casa, cj. por acaso nunca gostei. nunca foi o meu género, mas q me irritava verdadeiramente era a voz do gajo.
surpreendes-me. pensava que eram daqueles discos que não iriam sobreviver ao teste do tempo...

cj disse...

pois este, quanto mais o oiço mais gosto.
penso que na altura terás sido influenciado por qualquer preconceito musical que talvez não tenha sido bem enquadrado, talvez tenhas confundido géneros musicais.
ouve as músicas sem tentares rotular, ouve o piano, as orquestrações atrás, os coros. este disco é de 1976 e penso que não se enquadra claramente em nenhum compartimento, além de ser apenas rock, obviamente.

cj disse...

clica no botão direito do rato, e abrir numa nova janela.
até agora não surgiu nenhum problema com o servidor, além de temporárias e esporádicas dificuldades de acesso, como disseste que não conseguias ouvir...

jose disse...

Ainda tenho uma K7 que rola no carrito pelas sombras das aldeias...

Há c'anos!!!

JV