(eter)

11 junho 2007

dub

Antes de prosseguir com o desfile dos mais importantes discos de dub, considerados clássicos, - e já que estou a tratar deste assunto no momento - aproveito para discordar no que ao dub diz respeito, embora pense compreender os motivos.
Recusar à partida uma arte que se desconhece, seja por preconceito ou - principalmente - por desconhecimento da natureza do seu aparecimento, o que pressuporia alguma discussão acerca de alterações de estados psíquicos induzidos, parece-me um pouco leviano, embora aceite o julgamento puramente estético.
Longe de defender o que quer que seja, temo que a discussão desta questão se tornaria inconsequente, já que haveria, desde logo, um problema de natureza semiótica.
De qualquer forma deixo aqui alguns exemplos de dub nas suas mais diferentes formas, épocas e latitudes, na esperança de converter ou, pelo menos, de inspirar alguma crença nos cépticos que por aqui passem, numa tentativa - talvez vã - de provar que a máquina é um passo necessário para chegar novamente à pessoa, às raízes e, assim, homenagear todos os Ludds que temos dentro de nós.
.
groundation - dub rise
.
scientist - give them dub
.
oki dub ainu band - iutaphoonic dub
.
lee perry - chase the devil
.
ashtec - earth orbit
.
creation rebel - african space
.
twilight circus dub sound system - dub statikk
.
exodus quartet/thievery corporation - the far east coast
.