(eter)

11 outubro 2006

andy?

Em 1997 apareceu um disco de um finlandês chamado Jimi Tenor que, apesar de algum sucesso, me parece não ter sido destacado como o talento desse multifacetado músico mereceria. Já com uma discografia algo extensa (10 discos), foi este "Intervision", no entanto, que deu alguma visibilidade fora da sua terra natal a um músico com uma sonoridade única, de referências muito variadas (jazz, soul, Isaac Hayes, até as bandas sonoras de cinema "blaxploitation" dos anos 70, etc.).É um excelente disco.

Desde a composição e vocalização até à produção, o homem faz tudo, tendo inclusive trabalhado como fotógrafo, além de ter feito uns filmes estranhos.
Esta primeira música até me faz lembrar vagamente Suicide...
.
.
.

4 comentários:

maumau disse...

Realmente tem coisas muito interessantes.
Mas julgo q teve alguma visibilidade em Portugal. Passaram algumas músicas na rádio, nomeadamente uma das tuas escolhas "can´t stay with you baby". Outros trabalhos, com potencialidades mais techno, passaram inclusive em discotecas e bares portugueses.
Concordo inteiramente contigo quanto à primeira música (que eu desconhecia). Diria mais, faz lembrar efectivamente Suicide e não é vagamente.

cj disse...

vagamente era piada...
foi claramente inspirada nos ditos cujos.

sara disse...

O disco é excelente, também confirmo. E deu um óptimo concerto no Lux em 2003(?). Foi aí que o "descobri".

cj disse...

sim, recordo-me que ele esteve no lux, mas em que ano não sei.