(eter)

05 outubro 2006

vai um cogumelo?


O nome Funki Porcini foi inspirado nuns cogumelos (fungi porcini) e toda a música parece estar, de facto, under influence dos malandros. Apesar dessa espécie em particular não ser a preferida cá da casa (ver "Stropharia Cubensis"), posso dizer que este disco ecoou nos ouvidos amplificados de companheiros de viagem e ninguém se queixou.

"Hed Phone Sex" é o primeiro disco de Funki Porcini assinado pela Ninja Tune e foi-me dado a conhecer por um amigo que o tinha ouvido num programa de Ricardo Saló na antiga e saudosa xfm (tem agora o seu programa na antena 2 - "fuga da arte" que é aconselhadíssimo, às 00:00 horas de sábado para domingo).

Não vou pôr as faixas mais psicadélicas, que seriam um pouco fastidiosas a seco; vamos ouvir antes um derivado de jazz preguiçoso, narcótico e relaxante.




9 comentários:

LF disse...

Bons tempos da XFM.
Depois enquanto VOXX na mesma frequência, ainda deu a conhecer muito boa música (misturada com algum humor, como o lema "mais vale frik da passa do que frak da pissa"). Recordo um programa à segunda feira em que liam artigos de opinião do EXPRESSO, intercalados com excelente música.

Depois, foi-se.
A frequência ainda continuou uns tempos em boas mãos (há cerca de um ano ainda se ouvia Bravery, Arcade Fire, Gorilaz etc), mas depois dedicou-se ao hip-hop mais rasteiro, terminando como todas as outras: uma m.... !

cj disse...

infelizmente, é verdade.
as boas rádios de música que por cá vão surgindo acabam invariavelmente da mesma maneira (falta de lucros, etc.)
neste momento salvam-se a radar, que ainda assim fica aquém do que poderia ser, já que para ser "alternativa" em portugal não é preciso muito.
com a xfm ou com a voxx, todas as semanas descobria algo de novo e empolgante. agora...
resta-me o programa do Ricardo Saló na antena 2 que, infelizmente, devido à hora de "copos" poucas vezes acompanho.

cj disse...

ahh...e com boa vontade, a oxigénio, embora para um público mais jovem.
de novas tendências, nada!
é sempre mais do mesmo.

LF disse...

Qual é a frequência da "Radar" em Lisboa ?

cj disse...

97.8 e se quiseres ouvir on-line (sim, já sei...) está num link aqui ao lado nas "utilidades".

p.s.-arranja mas é um pc novo.

maumau disse...

também tenho este disco.
acho q devias ter seleccionado uma música mais suave (com menos D&B), por exemplo, "long road" ou "the softest thing in the world". na minha opinião, são mais que adequadas ao consumo dos "malandros". daquelas em que os sons produzem infinitos leques de cores!

cj disse...

e novidades da cidade-luz?

maumau disse...

tinha efectivamente muita luz. tive muita sorte com o tempo q apanhei. quanto a outras luzes... quão distantes estão os tempos do iluminismo... o que provoca uma sensação de decadência.
o mais decepcionante é a ausência do factor surpresa. diria mesmo q o esplendor fica aquém das expectativas. no entanto isto não passam de pequenas impressões após uns breves dias "à turista".

cj disse...

la decadense...agora lembrei-me de meter aqui o gainsbourg.
quando as expectativas são altas...